Indústria 4.0 - Gerenciamento de Ativos

DO REATIVO AO PROATIVO

SAIBA MAIS

Quando tratamos o gerenciamento de ativos, necessitamos mudar a abordagem reativa para proativa. O gerenciamento proativo de ativos permite:

  • Redução dos custos de reparação ou reposição
  • Redução de custos de inspeção e manutenção
  • Redução do custo de vida útil dos ativos
  • Aumento da confiabilidade e disponibilidade de ativos

As tecnologias atuais permitem que o gerenciamento de ativos opere com base em condições ou de maneira preditiva, reduzindo assim custos associados à manutenção de ativos e maximizando a produtividade do ativo e diminuindo a sua taxa de falha.

Descubra como a Techedge pode te auxiliar.

MELHORE O GERENCIAMENTO DE SEUS ATIVOS

CONHEÇA MAIS

Soluções de Gerenciamento de Ativos

Manutenção baseada em Condição

Manutenção baseada em Condição

A Manutenção baseada em Condição (CBM) baseia-se em utilizar dados em tempo real para priorizar e otimizar os recursos de manutenção. Através de monitoramento de condições, o CBM permite que gerentes de ativos planejem intervenções baseadas nas condições de um ativo para prevenir falhas.

Com o CBM, a equipe de manutenção será capaz de minimizar custos de reposição de peças, tempo de inatividade de um sistema e os custos gerais atrelados à manutenção ao realizar a tarefa certa, no momento correto. 

 

Manutenção Preditiva

Manutenção Preditiva

A manutenção preditiva permite que as intervenções sejam realizadas somente quando necessário. Portanto, reduz os tempos de intervenção em toda a cadeia de produção e otimiza os custos relacionados à compra de peças de reposição (necessárias em caso de falhas).

Isso tem relação direta na extensão do ciclo de vida das máquinas, enquanto reduz - indiretamente - os custos de gestão de estoque. 

 

Manutenção Baseada em Condição vs. Manutenção Preditiva

Tanto a manutenção baseada em condições e a manutenção preditiva enquadram-se na categoria de "manutenção  preventiva", que é: trabalhar para evitar falhas de um ativo antes que este ocorra baseado em dados da condição desse ativo. 

Isto é diferente de uma categoria de manutenção chamada "corretiva" que baseia-se na falha de um ativo para a posterior manutenção.

Qual é a Principal Diferença?

No passado, estes termos eram usados de maneira indistinta - mas hoje, as reais diferenças estão surgindo entre as manutenções baseadas em condição ou preditiva graças ao aumento da acessibilidade de sensores de equipamentos (IIoT) e técnicas de inteligência artificial como o aprendizado de máquinas (Machine Learning)

Para ambos tipos de manutenção, a intervenção é prevista baseada nas mudanças de condição e performance dos ativos. Em um cenário de manutenção preditiva, o modelo é baseada em um sistema inteligente que continua o aprendizado a fim de fornecer indicações mais precisas sobre as intervenções de manutenção.

INSCREVA-SE PARA AS ÚLTIMAS ATUALIZAÇÕES DE INDÚSTRIA 4.0

CLIQUE AQUI

WEBINARS