SISTEMA ERP: SAIBA COMO FUNCIONA E SUAS VANTAGENS

ERP

,

Tecnologia da Informação

,

Negócios

SISTEMA ERP: SAIBA COMO FUNCIONA E SUAS VANTAGENS

Techedge | Abr 01, 2020

Como a sua empresa lida atualmente com as variadas informações de cada setor? Em um mercado cada vez mais saturado e competitivo, ter uma gestão empresarial eficiente, com apoio de um sistema ERP, é um diferencial enorme para os negócios. E até mesmo crucial para o futuro promissor, ou não, de um empreendimento.

Mas é preciso mesmo contratar um sistema de gestão? Sim, independente do tamanho de sua empresa.

Neste artigo, você vai saber o que é ERP, quais são as suas funcionalidades e entender como esta ferramenta pode oferecer resultados impressionantes para o crescimento de sua empresa. Confira!

O que é um sistema ERP?

Abreviação de Enterprise Resource Planning, o ERP é traduzido para o português como Sistema de Gestão Empresarial. Uma ferramenta tecnológica que visa integrar e automatizar os principais processos e dados da empresa em uma única plataforma, facilitando a gestão de dados e a organização da companhia.

Entre estes processos estão: 

  • Gestão de Estoque
  • Controle e Gestão Comercial e de Vendas
  • Gestão Financeira Total
  • Integração com Emissão Fiscal
  • Gestão de Vendas
  • Emissão de Relatórios

O objetivo é centralizar todas essas informações em um local no qual todos os setores possam ter acesso e gerir os seus dados. 

Isso é importante porque, apesar das empresas estarem divididas em departamentos, eles dependem um dos outros e atuam em relação mútua. Portanto, quanto mais sincronizados e automatizados estiverem, mais eficiente será a execução das atividades e a produtividade da companhia.

Por que surgiu o ERP?

Engana-se quem acha que o conceito de sistema ERP é uma invenção do mundo moderno.

Por volta de 1950 foram lançados os primeiros métodos de controle tecnológico, feito através da gestão empresarial. Na época, a automatização não era rápida, nem barata e pouquíssimas companhias podiam ter acesso a esta facilidade. 

Nos anos 70, com um maior acesso às ferramentas tecnológicas, surgiram os precursores dos ERPs.

Os chamados MRPs (Material Requirements Planning ou Planejamento das Requisições de Materiais) disseminavam conjuntos de sistemas que se conectavam mutualmente e permitiam acesso ao gerenciamento e controle dos processos de produção.

Mas foi apenas nos anos 90 que o Enterprise Resource Planning surgiu efetivamente. A evolução dos computadores e o surgimento de novas tecnologias colaboraram para importantes melhorias na gestão empresarial e a consequente disseminação dos softwares e sistemas. 

Desde então, as ferramentas de solução de gestão unificada (ERP) vem ficando cada vez mais aprimoradas. Além de se adaptarem às novas necessidades das empresas, bem como as obrigatoriedades fiscais.

Um sistema ERP atual, além de unificar a interface de informações das empresas, ainda contam com facilidades e funcionalidades que simplificam o dia a dia dos usuários.

Close up of businesswoman holding graphs in hand

Como funciona um sistema ERP?

Como explicamos anteriormente, o sistema ERP integra as atividades e automatiza os processos das empresas. Isso, além de facilitar a gestão, contribui para eliminar os vários programas de controle paralelo.

Normalmente esses sistemas são disponibilizados em módulos, sendo um para cada área da empresa. Alguns são comuns a todos os segmentos como contas a pagar e folha de pagamento.

Mas cada segmento possui as suas particularidades e recebem módulos específicos de ERP.

Exemplo de funcionamento de um sistema ERP

Imagine uma indústria de armário sob medida que usa um sistema ERP. Veja como o processo pode ser integrado desde a encomenda dos móveis até a entrega do produto:

  1. Após o pedido do cliente, o vendedor registra a encomenda no sistema;
  2. O setor de produção é avisado de que precisa produzis o móvel encomendado;
  3. O setor de gestão de suprimentos também recebe o aviso para que faça o controle do estoque dos materiais necessários para a produção;
  4. Se for preciso realizar reposição de estoque, o setor de suprimentos cuidará desta atividade. E a área financeira será informada sobre o gasto com a aquisição da matéria-prima;
  5. O setor financeiro também receberá um alerta de que precisa fazer a cobrança do item vendido;
  6. Em seguida, a contabilidade receberá as informações sobre os custos e faturamento;
  7. Os responsáveis pela logística serão informados sobre o pedido para que possam programar a entrega, considerando o tempo necessário para a fabricação.

Assim funciona um sistema ERP. Do início ao fim, todos os setores da empresa têm acesso ao que está acontecendo e podem acompanhar em tempo real todos os passos dentro da companhia.

Quais os benefícios de um sistema ERP para empresas?

Um sistema ERP tem, em sua essência, o objetivo de ajudar a administração e gestão corporativa, contribuindo para o crescimento do negócio.

Com todos os registros e dados dos setores em um único lugar, os processos que antes demandavam tempo, se tornam automatizados, garantindo maior flexibilidade da equipe e segurança das informações. Além de um maior controle do que acontece na empresa.

É alto o número de pequenas e médias empresas que perdem o controle da gestão e acabam presos em dívidas com o passar do tempo. 

Isso acontece, muitas vezes, por desinformação da própria equipe, que não possui da devida preocupação com a gestão interna ou não sabe como fazê-la corretamente. 

E é justamente para evitar pequenos erros internos, que quando acumulados podem levar a empresa à falência, que recomendamos o uso de um sistema ERP.

Mais do que a facilidade na gestão e organização dos dados, a utilização do sistema de gestão garante mais segurança, agilidade no registro das informações e controle de processos.

No entanto, talvez o mais importante, e o que vai se tornar o grande diferencial de negócio, é eleger um sistema ERP que traga eficiência e inteligência para os processos de gestão.

Veja alguns dos benefícios que o sistema ERP pode oferecer para a sua empresa:

Quais os principais ERPs do mercado?

Atualmente, o sistema integrado de gestão empresarial é cada vez mais comum no mercado, com diversas opções de ERps disponíveis. Cada uma com suas vantagens e desvantagens que variam de acordo com a oferta de funcionalidades e preço.

Veja a seguir uma lista com os melhores ERPs do mercado:

  • SAPO sistema alemão SAP tem como principal lema a inovação. Possui um sistema de informação bastante seguro, com atualizações constantes, que visa agilizar a resolução de problemas com processos de compras, serviços, produção, finanças, vendas e RH.
  • Oracle: A Oracle é uma empresa americana que atual no ramo de sistemas de informatização empresarial e bancos de dados inteligentes. O sistema ERP permite gerenciamento de informações que vão desde a parte contábil à emissão de relatórios. Permite trabalhar com uma opção de sistema híbrida, instalado na Nuvem, no modelo de Cloud Computing.
  • TOTVS: A Totvs é uma multinacional brasileira é líder no mercado de sistema de gestão. Oferece serviço ERP a negócios de diferentes tamanhos e nichos, facilitando as tarefas cotidianas dos empresários e gestores. Entre as funcionalidades estão o controle financeiro e fiscal, de atividades administrativas e análise e estimativa de ROI (Retorno sobre o Investimento).
  • Tiny ERP para E-commerce: Ao contrário do anterior, o foco deste sistema são as lojas virtuais e pequenos negócios. O objetivo é aumentar a eficiência dos processos internos das empresas, oferecendo acesso a métricas relevantes e gráficos automatizados.
  • Conta Azul ERP: Mais um software de ERP com grande destaque no mercado brasileiro. Permite a integração com outras plataformas como CRMG, pagamento e automação de marketing.
  • SIGE Cloud ERP: Considerando um dos mais completos sistemas ERP do mercado. São diferentes modelos e planos com funcionalidades úteis para qualquer negócio.
  • B Seller ERP: Utilizado por grandes marcas como Submarino, Americanas e Shoptime.
  • Microsoft Dynamics: Sistema de ERP em nuvem da gigante multinacional Microsoft, que conta com CRM Integrado, um grande diferencial. É possível fazer a integração total com os produtos Microsoft Office. 
  • Eccosys ERP: Sistema que aposta na força da comunicação entre colaboradores para oferecer a melhor solução em ERP.

Qual o melhor sistema ERP para o meu negócio?

Com tantas opções no mercado, o processo de escolha é realmente difícil. E deve ser personalizada. Para ajudar, leve em consideração os seguintes pontos:

  • Entenda a complexidade e as particularidades de seu negócio;
  • Identifique as reais necessidades (gestão fiscal, de estoque, financeira e comercial);
  • Classifique as necessidades de acordo com urgência e importância;
  • Levante quantos funcionários precisam ter acesso e devem se adequar ao sistema ERP;
  • Decida entre gestão remota ou com controle realizado dentro dela.

ERP On Premises ou ERP na Nuvem (Cloud): Qual escolher?

A diferença entre os dois modelos é bem clara.

No modelo de ERP em Nuvem, as informações ficam todas hospedadas no servidor da empresa contratada e são acessadas via internet.

Já no caso do modelo On Premises, o sistema ERP é instalado localmente, nos computadores e servidor próprios da organização.

Ambos tem suas vantagens e desvantagens, é claro. E a escolha do modelo mais adequado para a sua empresa depende das necessidades e particularidades atribuídas à ela.

É importante ter em mente que um sistema ERP deve ser mais que um produto. Deve se conectar com a empresa e auxiliar nas atividades do dia a dia.

A melhor escolha é, portanto, aquela que vai oferecer simplicidade, facilidade, agilidade, redução de erros, auxílio nos processos administrativos e foco nos resultados.

Agora que você já sabe tudo sobre sistemas ERP e como escolher o ideal para a sua empresa, aproveite nossas dicas para fazer uma melhor gestão e alavancar seu negócio e confira outros conteúdos em nosso blog.

projeto_erp

Inscreva-se!