OTIMIZE O PROCESSO DE LOGÍSTICA DE SUA EMPRESA

SAP

,

Tecnologia da Informação

,

Logistica

OTIMIZE O PROCESSO DE LOGÍSTICA DE SUA EMPRESA

Conquistar e fidelizar clientes sempre foi o objetivo das organizações, mas ... com a nova realidade em que vivemos, no qual a sociedade é cada vez mais competitiva, dinâmica, interativa, instável e evolutiva, as organizações  precisam se reinventar e buscar cada vez mais alternativas para estarem à frente de seus concorrentes.

Hoje, já não basta satisfazer, é necessário encantar. Os clientes são cada vez mais exigentes em qualidade, rapidez e sensíveis aos preços. Tendo consciência desta realidade e dos avanços tecnológicos na área da informação, são necessários processos e sistemas que consigam planejar, implementar e controlar de maneira eficaz e eficiente o fluxo de produtos, serviços e informações desde o ponto de origem (Fornecedores) até o ponto de consumo (Cliente).

Neste artigo, vamos falar um pouco sobre Logística e quais os benefícios da implantação do SAP nos processos logísticos das organizações.

Boa leitura!

O QUE É LOGÍSTICA?

Podemos dizer que "Logística" é uma das maiores vantagens competitivas na “guerra” entre a concorrência. Ela é utilizada pelos militares desde as longas e distantes guerras, onde eram necessários deslocamentos de recursos volumosos e constantes. Sendo mais didático, vamos fazer uso da nossa boa e velha Wikipédia, que descreve a origem da palavra LOGÍSTICA no verbo francês loger – alojar ou acolher. Foi inicialmente usado para descrever a ciência da movimentação, suprimento e manutenção de forças militares no terreno. Posteriormente, foi usado para descrever a gestão do fluxo de materiais numa organização, desde a matéria-prima até aos produtos acabados.

Considera-se que a logística nasceu da necessidade dos militares em se abastecer com armamento, munições e rações, enquanto se deslocavam da sua base para as posições avançadas. Na Grécia antiga, império Romano e império Bizantino, os oficiais militares com o título Logistikas eram responsáveis pelos assuntos financeiros e de distribuição de suprimentos.

O Oxford English Dictionary define logística como: "O ramo da ciência militar responsável por obter, dar manutenção e transportar material, pessoas e equipamentos". Outra definição para logística é: "O tempo relativo ao posicionamento de recursos". Como tal, a logística geralmente se estende ao ramo da engenharia, gerindo sistemas humanos ao invés de máquinas.

Entrando no conceito mais próximo ao que temos hoje, Logística é uma especialidade da administração, responsável por prover recursos e informações para a execução de todas as atividades de uma organização. Como uma especialidade da administração que visa a suprir recursos, ela envolve também, a aplicação de conhecimentos de outras áreas como a engenharia, a economia, a contabilidade, a estatística, o marketing, a tecnologia e recursos humanos.

A operação logística possui uma visão organizacional completa pois administra os recursos materiais, financeiros, de pessoas e informação. Faz a gestão desde a compra e entrada de materiais, o planejamento da produção, o armazenamento, o transporte e a distribuição dos produtos, monitorando as operações e gerenciando informações, ou seja, monitorando toda parte de entrega e recebimento de produtos e serviços na organização.

A Logística faz uso de algumas ferramentas importantes, tais como:

  • WMS - Warehouse Management System: sistema de automação e gerenciamento de depósitos, armazéns e linhas de produção. O WMS é uma parte importante da cadeia de suprimentos - Supply Chain - e fornece a rotação dirigida de estoques (FIFO ou PEPS – Primeiro que entra e primeiro que sai), diretrizes inteligentes de picking (pegar), consolidação automática e cross-docking para maximizar o uso do valioso espaço dos armazéns.
  • TMS - Transportation Management System: software para melhoria da qualidade e produtividade de todo o processo de distribuição. Este sistema permite controlar toda a operação e gestão de transportes de forma integrada. O sistema é desenvolvido em módulos que podem ser adquiridos pelo cliente, de acordo com suas necessidades.
  • ERP - Enterprise Resource Planning – Planejamento de Recursos Empresariais ou SIGE - Sistemas Integrados de Gestão Empresarial: são sistemas de informação que integram todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. A integração pode ser vista sob a perspectiva funcional - sistemas de finanças, contabilidade, recursos humanos, fabricação, marketing, vendas, compras, etc e, sob a perspectiva sistêmica com sistemas de processamento de transações, sistemas de informações gerenciais, sistemas de apoio a decisão, etc.
  • MRP - Material Requirement Planning - Planejamento das Necessidades de Materiais, ou Planejamento dos Recursos da Manufatura é a evolução natural da lógica do sistema MRP, com a extensão do conceito de cálculo das necessidades ao planejamento dos demais recursos de manufatura e não mais apenas dos recursos materiais.

Dessa forma, podemos concluir que a Logística é o ‘coração” de uma organização. Sendo bem administrada, ela reduz custos, aumenta a lucratividade e não só satisfaz, mas, “encanta” e fideliza os clientes.

Uma das formas de se administrar bem a Logística é implementar sistemas robustos, eficazes e eficientes, como por exemplo, um ERP. 

COMO UM SISTEMA ERP PODE AJUDAR NO CONTROLE DA LOGÍSTICA?

Grande parte das organizações adotam sistemas específicos de gestão empresarial para o gerenciamento de seus processos e isto inclui o controle de logística, para atender à demanda com o máximo de agilidade e confiabilidade.

Nesse caso, a melhor opção disponível no mercado é o ERP e a SAP possui um dos melhores do mercado. É possível economizar tempo e dinheiro em integração entre mais de um sistema por meio da adoção de uma ferramenta completa.

 

SOLUÇÃO SAP

O sistema de ERP SAP (do inglês - Enterprise Resource Planning) é uma solução tecnológica que gerencia todas as operações das organizações, incluindo as áreas administrativa, operacional, fiscal e Logística.

 

A solução integra todos os departamentos da organização, facilitando a comunicação interna e a tomada de decisões por parte da gestão, tornando-as menos onerosas e mais rápidas. 

 

Imagine se as organizações adotassem um software para cada setor, a dificuldade na comunicação seria muito grande gerando lentidão nos processos. Por exemplo, o setor financeiro não receberia da área de recursos humanos o valor para o pagamento dos empregados no dia correto, provocando confusões e muitas dores de cabeça.

 

Além disso, com a integração que o SAP ERP proporciona, são necessários poucos fornecedores de software, reduzindo os custos com licenças, servidores, suporte técnico, entre outros.

sap-erp

Como vemos na figura acima, o SAP possui diferentes módulos para todas as áreas das organizações, de forma integrada, ou seja, todas as informações em um mesmo ambiente, de forma rápida e confiável.

 

ERP SAP E O CONTROLE DE LOGÍSTICA

Se apenas a solução tradicional já traz inúmeros benefícios organizacionais como redução de custos, contratos e automatização de processos, o ERP SAP para o controle de logística ajuda as organizações a atingir a excelência nesse setor.

 

Grande parte das transportadoras utiliza os sistemas TMS (software para controle das informações de fretes, roteiros de entregas, etc.) para fazer o gerenciamento de notas fiscais, frotas e entregas, automatizando os processos.

 

Com o ERP SAP voltado para a logística, todos os serviços são personalizados e integrados de acordo com as necessidades da organização, de forma simples e intuitiva.

 

VANTAGENS DE UM SISTEMA SAP ERP PARA A LOGÍSTICA

sap-erp-detalhes

1. Facilita a coordenação e o controle de processos

Com um sistema de controle de estoque, todos os processos internos são informatizados, eliminando a demora e os erros decorrentes de atividades manuais, como o uso de planilhas e papel.

 

Ao adotar uma solução completa de ERP SAP, todas as operações de controle de logística e estoque ficam organizadas no sistema, fazendo com que a empresa ganhe tempo na gestão, já que todos os processos se tornam padronizados e centralizados, de fácil acesso aos colaboradores e gestores. Todas essas facilidades ficam a um clique de distância quando a organização adota um sistema automatizado, facilitando o controle e acesso (não apenas do setor de logística, mas de todas as áreas do negócio).

 

2. Permite a gestão de pedidos de compra

O sistema de gestão de estoque, que faz parte do ERP, permite que os responsáveis pelo setor tenham controle sobre todos os pedidos de compra solicitados aos fornecedores. O software mostra, inclusive, a data de cada pedido de compra, se o serviço foi prestado de forma satisfatória, dentro do prazo estipulado ou não. Isso é importante para avaliar se seus parceiros comerciais cumprem com o prometido ou se já é hora de buscar novos fornecedores.

 

3. Armazena e distribui informações

Em épocas de alta demanda nas organizações, alguns erros podem passar despercebido pelos sistemas mais antigos de gestão. Ainda que insignificante, isso pode causar inconsistências no cruzamento de dados provocando problemas em processos gerenciais e até mesmo contábeis.

 

Ao investir no ERP SAP integrado com a logística, esse tipo de problema desaparece já que o próprio software faz uma check-list de verificação, otimizado para atender às demandas do seu negócio, reduzindo erros e inconsistências de forma significativa.

 

4. Melhora o controle de estoque

Ao adotar essa solução, a organização consegue saber, com exatidão, quais produtos saem do estoque com maior frequência e aqueles que demoram mais. Isso é importante para controlar o estoque de maneira eficiente, para que as mercadorias não fiquem em falta e nem encalhadas no depósito. Dessa forma, é possível prevenir desperdícios e perdas de produtos.

 

Um controle de estoque eficiente é muito importante para a estratégia da organização, pois é onde mora a confiabilidade do cliente. Se esse ponto não é realizado corretamente, a marca perde em qualidade e falha no atendimento às necessidades de seu público.

 

5. Alerta sobre estoque baixo

Quando uma mercadoria sai muito é sinal de preocupação diante da possibilidade de seu esgotamento. Para evitar que isso ocorra, o ERP SAP faz o controle de logística, alertando sobre a baixa quantidade do produto no estoque. Esse levantamento é realizado com o máximo de precisão pela ferramenta, evitando que a organização perca futuras vendas por falta de produto.

 

6. Emissão de relatórios

O ERP SAP é tão confiável que o próprio sistema gera e emite relatórios sobre o seu estoque. Isso permite um melhor gerenciamento, inclusive do controle de terceiros atrelados à organização. Assim, o responsável pelo setor sabe exatamente onde uma mercadoria está, se já foi encaminhada, se houve devolução, entre outras informações.

 

7. Atualização automática

Com o avanço da tecnologia e os updates do sistema, os serviços tendem a ser cada vez mais otimizados, conferindo maior agilidade ao negócio, visto que o sistema de gestão também ajuda no controle da entrada e saída de mercadorias de maneira eficiente. Para isso, a própria ferramenta faz atualizações automáticas: quando a nota fiscal é emitida, a Receita Federal faz a identificação e certificação da quantidade de produtos disponíveis em seu estoque. Quando ocorre a situação oposta, a Receita é informada sobre a saída de mercadorias. Isso precisa do mínimo de acompanhamento para oferecer ao empresário um controle com o máximo de exatidão de sua logística.

 

O sistema de gestão é uma ferramenta imprescindível para o controle de logística da organização. Com ele, é possível prever as demandas de acordo com a época do ano, determinar quais produtos devem ser pedidos em maior quantidade e quais deles não. Isso gera um grande custo-benefício para a organização e evita prejuízos com mercadorias paradas no estoque.

 

Sua organização ainda não tem um ERP integrado com a logística? Então entre em contato conosco e saiba todos os detalhes dessa solução.

projeto_erp

 

Inscreva-se!