INDÚSTRIA 4.0 E A REVOLUÇÃO DIGITAL DAS EMPRESAS

Indústria 4.0

INDÚSTRIA 4.0 E A REVOLUÇÃO DIGITAL DAS EMPRESAS

Techedge | Mai 11, 2020

Não há dúvidas de que os processos de automação estão mais acessíveis e são cada vez mais aplicados dentro das empresas. Afinal, o início da revolução tecnológica - no início dos anos 2000 - teve sua jornada acelerada com a democratização e a popularização da internet, resultando na chamada indústria 4.0.

O uso de softwares para controle dentro das empresas é, atualmente, como a utilização de smartphones: todos os têm um em mãos e os aproveitam para as mais diversas tarefas. Com isso, o dia a dia é facilitado e a produtividade humana e maquinaria só tende a crescer nas empresas 4.0. 

E é a partir deste cenário que abordaremos os conceitos que você precisa saber sobre a indústria 4.0: essa nova metodologia de trabalho que já revolucionou linhas de produção ao redor de todo o mundo. 

Então...

O que é Indústria 4.0?

Todos sabemos que já passamos por três revoluções industriais ao longo da história do mundo. Cada uma delas foi responsável por transformações distintas, desde os processos de produção, até uma grande mudança na separação e organização de colaboradores.

Nos últimos tempos, no entanto, passamos pela quarta revolução de maneira quase imperceptível. Pouco a pouco ela foi introduzida em nossas empresas e em nossa cultura organizacional, sendo aceita sem a necessidade de grandes conflitos diretos, como foi com suas antecessoras. E foi esse período que criou a chamada indústria 4.0.

Portanto, para citar o conceito da indústria 4.0, é preciso entender que falamos não apenas de um elemento, mas de todo um conjunto de trabalho realizado por gestores e cientistas durante vários anos.

Se antes a tecnologia era utilizada apenas em setores específicos, hoje, com a indústria 4.0, ela é integrada em todas as áreas da gestão à produção

A tecnologia aplicada à manufatura (que há muito não pode ser definida como trabalho manual) e aliada a IoT (ou internet das coisas) tem tornado os processos produtivos cada vez mais organizados e otimizados. 

Os trabalhos que antes eram condicionados à mente humana, atualmente podem ser realizados por máquinas com base em uma análise profunda de dados coletados por elas mesmas.

Conceitos como Big Data, RPA e Inteligência Artificial, que antes faziam parte apenas de projetos específicos, hoje já são realidade em empresas de médio e grande porte. Além disso, o Cloud Computing já se tornou rotina para o armazenamento de dados, eliminando os stocks e arquivos antigos.

Quando definimos o que é indústria 4.0 hoje, precisamos esquecer a ideia de que ela ainda está em fase de implementação. A revolução tecnológica já aconteceu e faz parte do dia a dia de quem está atento e por dentro do mercado. Por isso, é preciso que as empresas invistam fortemente nessa transformação e se adequem para não ficar para trás em relação à concorrência.

Como ter uma empresa 4.0 em 5 passos:          

Entendendo os impactos da revolução industrial 4.0, fica evidente o quão grande foi o seu poder transformador. 

Em todos os períodos de renovação e transformação no mundo, nenhum deles trouxe tanta facilidade e possibilidade de lucro aos administradores. Pois, ao adaptar a tecnologia nos mais diversos setores das companhias, há ganhos significativos tanto na área de produção como no campo orçamentário da organização.

O cálculo para isso é simples: quanto mais integrado o sistema, menor a mão de obra necessária para colocá-lo em prática. 

Na indústria 4.0, automatizada, o capital humano pode ser direcionado à pessoas altamente qualificadas, com propostas inovadoras. 

Investindo na implementação desses novos sistemas, o valor desenvolvido na organização retorna em forma de lucro. Sabendo disso, há uma série de adequações necessárias para empresas que ainda não começaram sua transformação digital.

Confira o passo a passo: 

1. Entenda onde estão localizados os gaps da sua empresa

Toda linha de produção possui suas falhas e furos. Esses erros são naturais, inerentes a capacidade humana de distribuição e organização das tarefas.  Portanto, é necessário ter um olhar amplo sobre a sua empresa para perceber quais deles são mais comuns e prejudiciais para a excelência da produção.

Com essas respostas em mãos, não ficará difícil entender em quais setores o conceito da indústria 4.0 deve ser aplicado com prioridade. Quanto mais dados estatísticos forem coletados para análise, mais efetiva se tornará a busca pelo sistema ideal para a resolução das falhas.

Sendo assim, esse processo deve ser realizado em parceria com os colaboradores da organização, afinal com as experiências e informações de quem convive com os erros, fica ainda mais simples solucioná-los.

2. Verifique quais tecnologias melhor atenderão as falhas identificadas

Uma das características que mais definem a revolução industrial 4.0 é a criação de diferentes sistemas. Todos os dias a tecnologia evolui mais e desenvolve novos programas, visando solucionar as questões que prejudicam a produtividade das empresas.

Com base nisso, ao ter em mãos os gaps da sua linha de produção e da área administrativa, imagine qual seria o sistema ideal para a solução desses impasses. 

A partir desse conceito, será muito mais simples realizar uma pesquisa por semelhança ou encontrar aquilo que lhe convém em preço e usabilidade. Ainda, é necessário se familiarizar com sistemas padrões em empresas 4.0, como o armazenamento em nuvens, o Big Data e a Inteligência Artificial.

Mesmo que eles não sejam necessariamente convenientes as adversidades diagnosticadas, fazem parte de um corpo integrado que já produziu resultados significativos em todos os âmbitos nos quais foram aplicados. 

Portanto, é evidente que serão parte fundamental da obtenção de novos lucros com sua organização e na transformação de seu método de trabalho.

3. Crie um plano com tempo suficiente para ser executado

Como citamos anteriormente, a revolução 4.0 não é um assunto que começou a ser tratado hoje. Há vários anos as mudanças foram trazidas para a prática e apresentaram os primeiros resultados dentro das organizações adaptadas. 

Sendo assim, é preciso planear essa adaptação tendo paciência e programando o tempo necessário para a inclusão da sua empresa nesse novo meio.

Afinal, mesmo que a lucratividade do conceito de indústria 4.0 seja iminente, para a implementação dos sistemas e das práticas, é necessário realizar um investimento financeiro.

Portanto, quanto antes as mudanças forem realizadas, melhor. Porém, isso não significa que elas devem ser implementadas as pressas e sem um planeamento adequado.

Para a execução dos novos sistemas, entre em contato com empresas especializadas, realize orçamentos e, acima de tudo, pesquise muito. Apenas dessa forma será possível encontrar aquelas organizações que já são referências dentro do mercado e oferecem seus serviços com excelência.

Mesmo que a tecnologia atualmente seja tratada como um gerador de ansiedade por ser imediatista, dentro da indústria de qualidade ela é implementada durante o período necessário para a execução impecável dos novos sistemas.

Não é cena incomum encontrarmos organizações que realizam sua produção sempre com um equipamento em fase de teste. Em uma empresa 4.0 esse ato é inteligente e deve ser mantido com a frequência necessária para trazer inovações. Essas, por sua vez, proporcionarão resultados efetivos na lucratividade e na qualidade do serviço ao cliente.

4. Compartilhe com seus colaboradores o novo conceito da organização

Falar sobre o que é indústria 4.0 nem sempre é um tema bem aceito. Isso porque a implementação de máquinas ainda gera muita insegurança, como consequência do antigo conceito de que elas substituiriam a força humana.

Ao longo das revoluções industriais, pessoas perderam seus empregos. No caso da indústria 4.0, há abertura para um novo mercado de profissões, e não um fechamento.

Sendo assim, para que a empresa obtenha sucesso completo em sua transformação, é indispensável uma comunicação sem ruídos com todos os colaboradores. Caso contrário, o boicote e a não aceitação dos novos métodos são iminentes.

Desse modo, o melhor método para realização dessa tarefa é através do diálogo e da explicação clara das mudanças implementadas. 

Seja através de reuniões formais ou feedbacks de equipe, o que definirá a aceitação pelos funcionários é que a informação seja repassada de maneira coesa, com fundamentação objetiva e pelas mãos de um gestor.

Com esses fatores presentes, evita-se o ruído entre os colaboradores, que comumente surgem na formulação de teses que não condizem com a realidade do projeto.

Além disso, também é fundamental que, além de entenderem os motivos pelos quais a empresa está se adaptando ao novo mercado, os colaboradores saibam como se portar frente a essas mudanças.

Ou seja, eles devem receber o treinamento acadêmico adequado, realizado por um profissional disposto a retirar todas as dúvidas e esclarecer todas as questões que surgirem, desde as mais leigas até as mais avançadas.

Com esses fatores colocados em prática, a transição da metodologia de trabalho comum para a verdadeira empresa 4.0 será mais suave e gerará menos ansiedade em todas as partes integrantes do projeto.

5. Mantenha-se sempre focado nas atualizações do mercado

Tratar sobre revolução industrial 4.0 é ter em mente que ela não teve um início, meio e fim. Apesar de já vivermos com essa realidade há algum tempo, a transformação continua acontecendo e terá ainda muitos anos de duração.

Há cada dia, a revolução industrial 4.0 atua, revelando novos processos e projetos que podem e devem ser adaptados às estratégias de qualquer empresa disposta a implantar a transformação digital.

Desse modo, mantenha-se sempre aberto a novas pesquisas, buscas e mudanças dentro do seu plano de transformação. Para isso, esteja sempre buscando novos materiais que fornecerão ideias inovadoras a sua organização.

Vale ressaltar também que, mesmo que a tecnologia seja tentadora, é necessário seguir sempre no plano de prioridades já estabelecido. Caso um novo sistema, mais eficaz que o escolhido anteriormente, surja dentro do mercado, nada impede sua implementação.

Porém, de nada adianta tapar furos menos importantes se os problemas maiores escoarem por ralos mais profundos. A melhor alternativa é buscar sempre por materiais que possuam um forte embasamento teórico e expertise de quem já está inserido no meio.

Quer saber mais?

Confira nosso ebook  para saber mais sobre a transformação digital para empresas 4.0 com tecnologia de ponta!! Com ele, você saberá mais sobre a redução de custos e demais passos para a criação de uma linha de produção ainda mais enxuta. 

industria4.0

Inscreva-se!