GERENCIAMENTO DE RISCOS E A GESTÃO DE PROJETOS

Gerenciamento de Riscos, Auditoria e Compliance

GERENCIAMENTO DE RISCOS E A GESTÃO DE PROJETOS

Amintas Maciel Teixeira | ago 18, 2020

Gerenciar riscos significa identificar situações que afetam os negócios com uma previsão tecnológica, financeira e cronológica antes que elas aconteçam, otimizando o capital da empresa.

É importante adotar métodos com técnicas de análise e gestão de riscos adequadas ao seu negócio. Alguns exemplos dos métodos de gestão de riscos são:

  • Gestão de Continuidade de Negócios
  • Gerenciamento de incidentes e crises
  • Gestão de saúde e segurança
  • Gestão de risco de segurança
  • Gestão de risco financeiro
  • Gestão de risco ambiental
  • Gestão de risco de reputação
  • Gerenciamento de risco de contrato

Mas ... 

O QUE É RISCO?

O risco é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, provocará um efeito positivo ou negativo em um ou mais objetivos do projeto. (Source PMBOK Sexta Edição 2017)

Usam-se o termos 'ameaça' para descrever eventos incertos com impacto negativo nos objetivos e 'oportunidade' para descrever eventos incertos com impacto positivo nos objetivos, caso ocorra qualquer deles. O efeito combinado dos riscos para um conjunto de objetivos é a exposição ao risco, sendo esta uma medida do risco suportado por aquela parte de uma organização naquele dado momento. (Source Managing of Risk Guidance Practitioner 2010 Edition)

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCOS

A política de gerenciamento de risco é responsabilidade de um membro da equipe de gerenciamento sênior da organização, em cuja redação se descreve o chamado apetite de risco da organização, a base para estabelecer a tolerância ao risco da organização. (Source Managing of Risk Guidance Practitioner 2010 Edition)

GERENCIAMENTO DE RISCOS

O gerenciamento de riscos busca garantir que a organização faça uso econômico de um processo que inclua etapas bem definidas, com o objetivo de melhorar o controle interno e permitir a melhor tomada de decisão através do entendimento dos riscos individuais e da exposição geral ao risco de cada momento. Para tanto, os riscos precisam ser identificados, avaliados e controlados. (Source Managing of Risk Guidance Practitioner 2010 Edition)

POR QUE A GESTÃO DE RISCOS É TÃO IMPORTANTE PARA AS ORGANIZAÇÕES?

Alguns riscos são inevitáveis ​​para que uma organização atinja seus objetivos. Assumir e gerenciar riscos é a própria essência da sobrevivência e do crescimento dos negócios, permitindo benefícios e vantagens como: menos choques repentinos e surpresas indesejáveis, uso eficiente de recursos, fraudes e desperdícios reduzidos, melhor prestação de serviços, redução do combate a incêndios, melhor gestão de contingência e manutenção, menor custo de capital, inovação aprimorada, maior probabilidade alcançar iniciativas de mudança, mais foco interno e mais foco externo para moldar estratégias. (Source Managing of Risk Guidance Practitioner 2010 Edition)

ONDE E QUANDO DEVEMOS APLICAR O GERENCIAMENTO DE RISCOS?

Segundo a edição 2010 do Managing of Risk Guidance Practitioner, o gerenciamento de riscos deve ser aplicado quando:

  • As decisões estratégicas ocupam-se dos objetivos de longo prazo, estabelecendo o contexto para decisões em outros níveis da organização. 
  • As metas de médio prazo geralmente se focam em programas e projetos que tragam mudanças aos negócios. 
  • No nível operacional, a ênfase está nas metas de curto prazo, de modo a garantir a continuidade dos serviços.

                                               riscos

Copyright© AXELOS Limited 2009. All rights reserved. Material is reproduced under licence from AXELOS.

(Figure 8.1 - Managing Successful Projects with PRINCE2® 2009 Edition)

COMO FAZER O GERENCIAMENTO DE RISCOS?

Em linhas gerais, o processo de gestão de riscos começa com a identificação de riscos internos e externos, levando em conta as características da empresa, do mercado, do momento econômico etc.

 

Depois, é preciso avaliar a probabilidade de ocorrência dos eventos e seu impacto, para em seguida monitorar e dar o tratamento adequado a cada um deles, baseados nas premissas da organização.

 

Além disso, é importante disseminar a cultura e os valores empresariais, por meio de treinamentos, por exemplo, fomentando a comunicação interna e reforçando aos colaboradores o seu papel na organização.

 

Para enfrentar esse desafio e implantar um programa de gestão de riscos bem sucedido, não é preciso reinventar a roda, pois já existem mecanismos eficazes para ajudar nessa tarefa.

 

Confira o passo a passo de como fazer o gerenciamento de riscos conforme as diretrizes da ISO 31000:

 

  • Análise do contexto: elaborar um resumo dos objetivos da organização;
  • Mapeamento: identificar os riscos que poderão impedir ou dificultar que a empresa alcance seus objetivos;
  • Análise dos riscos: mensuração dos riscos identificados;
  • Avaliação dos riscos: definição das medidas de tratamento, que são basicamente: aceitar, mitigar, transferir e evitar;
  • Tratamento do risco: definir como cada uma das opções de tratamento será implementada;
  • Monitoramento e análise crítica: avaliar se os resultados estão dentro do esperado e se tudo está saindo de acordo com o que foi planejado.

Portanto, para realizar esses processos existem diferentes soluções, dentre elas o SAP Solution Manager. 

O SAP Solution Manager, por exemplo, é uma solução SAP para o gerenciamento de riscos, e conta com conjunto heterogêneo de aplicativos como ERP HANA, Portal, BusinessObjects e SuccessFactors.

Esta ferramenta permite gerenciar riscos operacionais específicos de TI, minimizando falhas técnicas, e está perfeitamente alinhada com a inovação tecnológica constante.

O gerenciamento de riscos é eficaz, uma vez que permite que a empresa identifique as ameaças e conheça as ações necessárias a serem tomadas, aproveitando melhor as oportunidades e definindo seus objetivos de forma clara.

Se você gostou desse conteúdo e quer ficar por dentro de outras estratégias de mercado, visite o nosso blog e confira! Para saber mais sobre SAP, veja também o nosso site.

New call-to-action

Inscreva-se!